domingo, 23 de maio de 2010

Debate em favor de Cuba na posse do novo cônsul cubano em São Paulo

Cebrapaz - Um debate com o diretor de Comunicação do Cebrapaz , José Reinaldo Carvalho, marcou a “estreia” em eventos públicos do novo cônsul geral de Cuba, Lázaro Mendes, na noite desta quinta-feira (20), no Soteropolitano Restaurante, em São Paulo (SP).
Mediado por Denis Veiga, membro do núcleo estadual do Cebrapaz-SP, a atividade teve como tema “A Defesa do Povo Cubano e A Ofensiva da Direita Brasileira”.
Lázaro Mendes enalteceu “o movimento brasileiro de solidariedade a Cuba”, que, segundo ele, é “incrivelmente militante”. Para o novo cônsul, o apoio à ilha caribenha, liderada por Fidel e Raúl Castro, ganha mais destaque “nestes dias em que Cuba enfrenta uma campanha internacional midiática como nenhuma outra”.
“Os 50 anos de experiência socialista em Cuba é pouco perto do tempo de vida do capitalismo. Estamos aprendendo, vivemos momentos de reflexão — mas temos convicção ideológica. Podemos cometer erros no caminho, mas não erros de princípios”, declarou Lázaro Mendes.
Ao iniciar sua exposição, José Reinaldo citou as últimas “Reflexões de Fidel”, que abordavam os 115 anos da “gloriosa morte” do poeta, jornalista e revolucionário “José Martí”. A conclusão de Fidel Castro é contundente: “As ideias de Martí triunfaram em nossa Pátria”.
O diretor do Cebrapaz lamentou o “momento ideológico obscurantista” que lança Cuba como alvo de “uma campanha tão furiosa”, com “tamanhas mentiras, tamanhas calúnias”. Na opinião de José Reinaldo, um dos grandes méritos da experiência socialista cubana é saber fazer autocríticas. “Cuba está fazendo aperfeiçoamentos revolucionários”, frisou.
Na opinião do dirigente, as ameaças conservadoras encontram resistência na América Latina, onde há “15 governos de esquerda ou centro-esquerda — alguns declaradamente anti-imperialistas e socialistas”. “A campanha contra Cuba é uma reação a esta vitória que estamos alcançando.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog