segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Manifestantes protestam contra falta de água na Zona Sul de SP

Duas faixas da via local estavam interditadas por volta das 23h.


Moradores do Real Parque chegaram a interditar via local.

Do G1, em São Paulo



O trânsito na via local da Marginal Pinheiros, entre a Ponte Ary Torres e Octavio Frias de Oliveira, na Zona Sul de São Paulo, permaneceu interditado por aproximadamente duas horas na noite desta segunda-feira (13). De acordo com a Polícia Militar, cerca de 50 manifestantes permaneciam na região por volta das 23h. O fechamento do trânsito foi realizado por um grupo protesta contra a falta de água na Favela Real Parque.

De acordo com a Sabesp, houve um vazamento na rede da Avenida Magalhães de Castro, esquina com Rua armando Petrelli, que prejudicou o abastecimento em cerca de quatro quadras na região. No fim da noite, técnicos estavam no local para começar os reparos.

A PM informou que os manifestantes chegaram a colocar fogo em objetos jogados sobre a via local. A CET não informou sobre reflexos no trânsito. O fluxo de veículos foi desviado para a via expressa. Entretanto, por volta das 23, a limpeza havia sido concluída e duas faixas permaneciam interditadas por motivos de segurança.

Um comentário:

  1. É triste ver pessoas passando mal com o calor,E O PIOR VER pessoas pedindo um balde de água para beber nas portas dos prédios, a noite crianças chorando querendo tomar banho e beber água, pois é apenas matar a sede mas cadê água, só se for da chuva...São Paulo vem nos últimos meses se afongando com as enchentes e morrendo de sede por falta de água potável,a incopetência da administração DEMO-PSDB vem a cada dia fazendo a população sofrer com falata de água, falta de saúde pública etc..MAS as belas propagandas de uma cidade que funciona a todo vapor as mil maravilhas, estas sim não deixam de lado, propaganda bonita não salva o povo da enchente nem da falta d´água Srs; pobre não tem caixa da d´água para reservar água não, foram três dias consecutivos sem água no mês de Janeiro e agora em Fevereiro mais três dias sem água, sem contar alguns dias da semana que "derrepente" cadê à água.
    SERRA E KASSAB - CUIDEM MELHOR DE NOSSA CIDADE E DO NOSSO POVO.

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog