segunda-feira, 26 de outubro de 2009

A INFLUÊNCIA DO PENSAMENTO RUSSO NA ECONOMIA MUNDIAL


Este artigo apresenta alguns dos grandes pensadores (a maioria economistas) nascidos na Rússia: Bakunin, Baran, Bortkiewicz, Bukharin, Chayanov, Kantorovith, Kondratieff, Kuznets, Lênin, Leontief, Hurwicz, Gorbachev, Plekhanov, Slutsky, Stalin, Trotsky e Tugan-Barankowsky. O objetivo principal deste artigo é divulgar mais entre os jovens a influência do pensamento russo na economia mundial.
“Algumas vezes na vida é preciso se dar um passo atrás, para dar dois passos a frente”. Lênin
“A Revolução de Outubro teve repercussões muito mais profundas e globais que a Revolução Francesa (1789) e produziu, de longe, o mais formidável movimento revolucionário organizado da história moderna”. Eric Hobsbawm
Resumo: No início do século XX, a Rússia era um império muito extenso, mas de economia extremamente atrasada, em relação aos outros impérios europeus. A condição de vida dos trabalhadores era de extrema miséria e pobreza. Então, em 25 de outubro de 1917 ocorreu a Revolução Bolchevique liderada por Lênin e Trotsky. O presente artigo faz parte das comemorações alusivas aos 92 anos da Revolução Russa. Este artigo apresenta alguns dos grandes pensadores (a maioria economistas) nascidos na Rússia: Bakunin, Baran, Bortkiewicz, Bukharin, Chayanov, Kantorovith, Kondratieff, Kuznets, Lênin, Leontief, Hurwicz, Gorbachev, Plekhanov, Slutsky, Stalin, Trotsky e Tugan-Barankowsky. O objetivo principal deste artigo é divulgar mais entre os jovens a influência do pensamento russo na economia mundial.
Palavras-chave: Economistas russos, Revolução Russa, Rússia, Socialismo.
leia a matéria na íntegra no site:
http://port.pravda.ru/mundo/25-10-2009/28200-pensamentorusso

FONTE: PRAVDA

EXCELENTE MATÉRIA

domingo, 25 de outubro de 2009

VITÓRIA DA CHAPA 1 -UNIÃO HAGACEANA

Dia 01 e 02 de Outubro de 2009!!!!
A Chapa 1- "União Hagaceana em 1o. Lugar" .
Liderada por Gerson Batista, ganhou as eleições para renovação da diretoria da ASHC - Associação dos Servidores do Hospital das Clínicas com 540 votos contra 272 votos obtidos pela Chapa 2 - "Resgate" encabeçada por Cilésia.

A nova diretoria assumirá a entidade no dia 3 de novembro próximo para um período de dois anos. Estas eleições se constituem num marco na vida da ASHC que no próximo ano completará 60 anos desde a sua fundação e desde então nunca houve chapa tão ampla na sua composição; a chapa 1 contou com o apoio das tres principais centrais sindicais a CTB, CUT e Força Sindical e também com o apoio de todos os grêmios do complexo do H.C.

O camarada Gerson Batista irá cumprir o terceiro mandato seguido o que também se constitui em feito inédito na história da entidade. Outros militantes do PCdoB como:

Cidinha do LI M, Cida Enfermeira, Cecilia, Vagner, Deuvana, Eudes, Ricardo, Ribamar, João, Iramir, Suelino, Angela, Eurico e Sandro Necker - Gaúcho, também jogaram papel fundamental nesta vitória. Outros companheiros como Rubão do INCOR, Cirso do ICR, Gilson - ICR, Eugenio - ICR, Sérginho do INCOR, Mary do INRAD, Carlos do PA, Pedrão do IOT; Claudecy; Raul da Farmácia; Marcelo dos Esportes; Osnir do PAMB; Paulinho de Suzano; Rose do INCOR e Paulo Roberto, foram fundamentais para alcançar esta vitória incontestável!!!

terça-feira, 6 de outubro de 2009



Data: 08 de outubro de 2009
Horário: das 09 às 16:30h
Local: Assembléia Legislativa - Av. Pedro Alvares Cabral - s/nº - Auditório Franco Montoro
Nós, representantes de trabalhadores, usuários e de entidades em defesa
da saúde pública, nos somamos aos companheiros de outras cidades para
fortalecer a Caravana Nacional em Defesa do SUS, que neste momento
é promovida em vários municípios e estados brasileiros.
A Caravana em Defesa do SUS é uma iniciativa do Conselho Nacional de Saúde (CNS) em parceria
com o Ministério da Saúde. A idéia é discutir os problemas e os avanços do SUS em cada Unidade
da Federação. Depois, todas as propostas serão apresentadas durante um Encontro Nacional em
Brasília, no mês de dezembro. Outro ponto importante do evento é o lançamento da Campanha do
SUS como Patrimônio Social, Cultural, Imaterial da Humanidade. A mobilização popular é essencial
para que o SUS continue íntegro enquanto conquista e avance no enfrentamento de seus desafios.
Programação
08:30h - Credenciamento
09:00h - Ato Político de Lançamento da Caravana em Defesa do SUS
10:00h - Painel Avanços e Desafios do SUS- 1ª Conferência Mundial sobre o Desenvolvimento
de Sistemas Universais de Saúde e Seguridade Social
14:00h - Painel: Avanços e Desafios do SUS no Estado
15:00h - Debate
16:00h - Painel SUS como Patrimônio Social, Cultural e Imaterial da Humanidade
16:30h - Solenidade de Encerramento da Caravana em Defesa do SUS
Participe! Sua presença é muito importante na construção do SUS que queremos e que a população do Brasil necessita!
Mais informações pelos sites: www.conselho.saude.sp.gov.br/folder/ses_ces.mmp
www.conselho.saude.gov.br
Ou pelo telefone: (11) 3066-8715

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Rio ganha o direito de sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos

Rio ganha o direito de sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos
Quando foram anunciadas as eliminações prematuras de Chicago e Tóquio, o Rio sabia que teria, na última rodada de votação, um adversário de peso. No relatório técnico do COI, Madri ficou à frente dos cariocas. Na hora da decisão, contudo, os votantes mudaram de opinião.
Quando o Brasil ainda estava na madrugada, começaram as apresentações em Copenhegue. A primeira cidade a falar para os integrantes do Comitê Olímpico foi Chicago. O presidente Barack Obama, que tinha chegado algumas horas antes, reforçou o discurso de “uma América de portas abertas para o mundo”. A apresentação foi pragmática e ainda passou por um momento de saia justa, quando o paquistanês Syed Shahid Ali, membro do COI, questionou a dificuldade que alguns estrangeiros têm para conseguir visto de entrada nos Estados Unidos. Enfático, Obama afirmou que acredita num país mais receptivo ao mundo. Mas não terá os Jogos de 2016 para provar a tese.
Na apresentação de Tóquio, o premiê Yukio Hatoyama estava desconfortável por ter que discursar em inglês. Diante da preocupação do COI com o meio ambiente, os japoneses tentaram convencer os votantes de que poderiam fazer os Jogos mais ecológicos da história. Pelo visto, não conseguiram.
O Brasil entrou em cena na terceira apresentação, batendo na tecla de que a América do Sul merecia a chance de, enfim, sediar o evento. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, chegou a citar o pré-sal como trunfo verde-amarelo. O governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes reforçaram o elo entre todas as esferas políticas. Mas foi a emoção que deu o tom dos discursos. A jovem Bárbara Leôncio, do atletismo, não conteve as lágrimas enquanto sua imagem aparecia no telão. E o presidente Lula resumiu o espírito da candidatura ao citar a paixão brasileira pelo esporte: “Chegou a hora”.
Madri veio em seguida e surpreendeu. A capital espanhola mostrou um projeto seguro e confiável, até em um de seus pontos fracos: o controle de doping – a comitiva levou a Copenhague uma carta com garantias da Agência Mundial Antidoping (Wada). Com 77% das instalações para 2016 já construídas, Madri apresentou uma candidatura de poucos riscos. “É a decisão segura”, afirmou o presidente do governo espanhol, José Luis Zapatero.
Em vez da segurança espanhola, venceu a emoção brasileira.
Até 2016.


Fonte: Globo Esporte


PARABÉNS RIO, PARABÉNS BRASILLLLLL

PARABÉNS AO MINISTRO DOS ESPORTES...ORLANDO SILVA DO PCDOB

PARABÉNS PRESIDENTE LULA!!!

Pesquisar este blog